Casos

03 de Agosto de 2014   Família

quando meu marido se separou a guarda do filho (hoje com 4 anos) ficou com a mãe, e a pensão depositamos em uma conta em nome da criança que me esposo abriu, e a mãe faz as retiradas. quem cuida da criança é a bissavo do menino, aposentada e com problemas de saúde, a mãe do menino amassiou (juntou) aproximadamente a um ano e mora na cidade vizinha. essa semana tivemos uma informação que a mãe não ajuda a bissavo no sustento do menino e que essa pensão ela gasta com ela já que não trabalha e so tem essa renda, ficando o menino a depender da aposentadoria da bissavo. pelo fato da criança não morar com a mãe e sendo essas informações verdadeiras podemos fazer os pagamentos in natura para a bissavo?

Caso enviado por: Márcia Oliveira


Depende de como foi feito o acordo da pensão. Se foi judicial então é melhor não parar de pagar, para não correr o risco da mãe executar a sentença e cobrar todos os valores que não foram pagos para ela. Nesse caso que a mãe deixou a criança para outra pessoa cuidar, vocês podem pedir a guarda da mesma, alegando abandono de menor e então não pagar mais pensão. Caso contrário a bisavó teria que pedir a guarda e consequentemente a pensão para que só então você pudessem pagar diretamente para ela. Legalmente a bisavó não tem a guarda da criança e o direito da pensão e não tem como vocês pedirem para o juiz dar a guarda para a bisavó se o pedido não for feito por ela.